Comércio se queixa de saída de camelô

15/06/2012

Fabiana Cambricoli
do Agora

Não foram apenas os vendedores ambulantes com permissões de trabalho cassadas que tiveram prejuízo ontem em São Miguel Paulista (zona leste).

Os lojistas da região também reclamaram de queda do movimento com a saída dos camelôs.

Passou a valer ontem a decisão da Justiça que cassou a liminar que permitia o trabalho de cerca de 2.000 ambulantes na cidade.

Eles tiveram suas autorizações de trabalho cassadas pela gestão Gilberto Kassab (PSD).

Ontem, em São Miguel, onde cerca de 250 ambulantes foram afetados pela cassação da permissão, só 61 barracas abriram.

Elas entraram com ação individual na Justiça e tinham autorização. Os demais ambulantes entraram com uma ação conjunta pela Defensoria Pública e estão proibidos de atuar.

http://www.agora.uol.com.br/saopaulo/ult10103u1105062.shtml

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s